Diario da feira | A verdadeira noticia

Seis ônibus do transporte coletivo serão retirados de Feira de Santana, assegura vereador


Publicada em 28/11/2017 ás 16:27:52

O vereador Roberto Tourinho (PV) mais uma vez voltou a abordar o sistema de transporte coletivo de Feira de Santana. Na sessão desta terça-feira (28), o edil afirmou que foi concedido um pedido de busca e apreensão contra a Auto Ônibus São João Ltda. "A Comarca de Votorantim, em São Paulo, deferiu no dia 20 de novembro, há poucos dias, uma busca e apreensão requerida pelo banco Mercedes Benz Brasil SA, uma ação contra Auto Ônibus São João, em Feira de Santana, onde determinou a busca e apreensão de mais seis ônibus que rodam na cidade de Feira de Santana", descreveu o edil.

Para ele, a situação na qual se encontram as duas empresas que operam o transporte coletivo em Feira de Santana pode fazer com que o BRT não venha acontecer. "A empresa Rosa, que já opera em Feira de Santana, teve no ano passado e neste ano uma grande quantidade de ônibus retirados. Enquanto alguns pensam que nós estamos criticando o governo, eu estou contribuindo com o governo". Ele ressalta que que a prefeitura tomou um empréstimo de R$90 milhões, para implantar o BRT e "se não tomar cuidado com essas empresas, não vai ter BRT e o povo vai pagar, a prefeitura vai pagar", completa Tourinho. 

Providências

Em discurso, Tourinho também ratificou que quando compra uma briga vai até as últimas circunstâncias, garantindo que está fazendo um levantamento e espera que fique pronto até o final do recesso. "Vou trazer a casa esmiuçadamente a situação dessas empresas que estão aqui em Feira de Santana, que são as que vai colocar em funcionamento o BRT. Diante dos fatos, essas empresas não vão ter condições de colocar o BRT. Eu quero que o BRT funcione, torço pela melhoria de Feira de Santana, mas não posso fazer de conta que essas empresas estão em condições. Mais seis ônibus vão ser retirados mediante processo judicial porque a empresa são João não pagou o banco Mercedes Benz", finalizou. 

O que diz o governo

O vereador líder do governo, Luís Augusto – Lulinha – (DEM), assegura que a decisão que foi tomada em São Paulo não irá atingir as empresas em Feira de Santana, pois essas já se encontram respaldadas devido o pedido de recuperação judicial. O vereador também assegurou que o transporte melhorou bastante e deve-se torcer para que os empresários consigam quitar suas dívidas, para continuar rodando em Feira de Santana.   

 

 

Por Vitória Maria/Diário da Feira
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

asdasd
Destaques  |  Feira de Santana  |  Bahia  |  Brasil  |  Mundo  |  Esporte  |  Polícia  |  Política  |  Diversão e Cultura |  Eventos
Programa Diário da Feira - Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feira de Santana-BA
Telefone: 75.3483-7171 / 8868-7574 / 9122-7180 / 9962-8037 / 8121-6803