Diario da feira | A verdadeira noticia

Pesquisa sobre a Baía de Todos os Santos integra obra acadêmica internacional


Publicada em 26/11/2017 ás 10:30:00

Remediar áreas costeiras afetadas por derramamentos de petróleo e seus derivados, em particular na Baía de Todos os Santos (BTS), sede da Amazônia Azul, é um dos principais objetivos do Centro de Excelência em Geoquímica do Petróleo do Instituto de Geociências (IGEO) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Recentemente, um artigo desenvolvido pelo grupo foi incluído como capítulo em uma  em importante publicação internacional, o livro Oil Spill Environmental Forensics Case Studies (Estudos de Casos Forenses Ambientais de Derrames de Petróleo).

O artigo Investigation of Hydrocarbon Sources and Biotechnologies Applications in Todos os Santos Bay, Brazil (Investigação de Fontes de Hidrocarbonetos e Aplicações de Biotecnologias na Baía de Todos os Santos, Brasil) relata mais de uma década de trabalho do Grupo de Pesquisa "Remediação de Áreas Impactadas por Petróleo", liderado pela professora Olívia Maria Cordeiro de Oliveira. O trabalho é assinado também pelos pesquisadores Antônio Fernando de Souza Queiroz, Ícaro Thiago Andrade Moreira, Danúsia Ferreira Lima, Carine Santana Silva e a colombiana Claudia Yolanda Reyes.

“Essas pesquisas têm como característica geral estudos geoquímicos marinhos que embasam e fundamentam processos que visam desenvolver bioprodutos de remediação a nível laboratorial e de bancada, com vistas a promover procedimentos práticos de recuperação de áreas afetadas por derramamentos de petróleo e/ou seus derivados”, explica a professora Olívia Oliveira.

Segundo a especialista, espera-se que se as técnicas biotecnológicas forem utilizadas de uma forma sequenciada, aumentará significativamente a degradação – nas áreas afetadas - das diferentes concentrações e composições do petróleo em menor tempo.

“Assim, almeja-se a geração de produtos tecnológicos eficientes, economicamente viáveis e de fácil aplicação em áreas costeiras impactadas por atividades petrolíferas, que possa, ainda, aumentar a qualidade de vida das comunidades e ecossistemas influenciados por essas ações industriais”, acrescenta Olívia Oliveira.

 

 

Por Diário da Feira/Correio 24h
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

asdasd
Destaques  |  Feira de Santana  |  Bahia  |  Brasil  |  Mundo  |  Esporte  |  Polícia  |  Política  |  Diversão e Cultura |  Eventos
Programa Diário da Feira - Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feira de Santana-BA
Telefone: 75.3483-7171 / 8868-7574 / 9122-7180 / 9962-8037 / 8121-6803